Primeiras horas em Perth

Assim que nos acomodamos no avião, recebemos o “Cartão de entrada do passageiro”, mas deixamos pra nos preocupar com isso depois. Eu já tinha baixado o modelo em português, então estava tranquilo. Como falei no post anterior, dormimos muito bem nesse vôo. No final da viagem, eu peguei os cartões pra preencher. Eu estava na dúvida se marcaria SIM ou NÃO no primeiro item da lista “Está trazendo para Austrália”: Artigos que podem ser proibidos ou estar sujeitos a restrições, como: medicamentos, esteróides, pornografia ilegal, armas de fogo, armas ou drogas ilícitas. Chamei a comissária e disse que estava levando anticoncepcionais, então ela disse que era para marcar SIM. Marquei SIM no meu e NÃO no do Adriano, já que nas malas dele não tinham nenhum tipo de medicamento. Outro item que marcamos SIM foi se a gente esteve na América do Sul nos últimos 6 dias, é óbvio...

Desembarcamos e fomos direto retirar malas. Tava meio com medo delas terem sido extraviadas, pois estavam demorando muito para aparecer, mas deu tudo certo. Depois disso, fomos pra fila da imigração. Entregamos os cartões e os passaportes. A policial só me perguntou o que eu estava levando [relativo àquela pergunta que eu respondi SIM, dos medicamentos], eu respondi, ela anotou um negócio no meu cartão, e perguntou em qual lugar dentre os listados no cartão [tinham outras opções além de América do Sul] a gente tinha estado. Falei “Brasil” e pronto... Passaportes carimbados.

O próximo passo seria passar pela inspeção das malas [ou não]. Pegamos a fila e seguimos com os nossos passaportes e “cartões de entrada do passageiro”. Primeiro tinha uma fila única, onde o policial via seu cartão e passaporte e dizia em qual das outras 3 filas você deveria seguir. Uma das filas passava sem inspeção, a outra tinha um cão farejador e na outra sua mala era aberta. Meu medo nessa hora era que eu e Adriano pegássemos filas diferentes, já que os medicamentos estavam na minha mala,  e não na dele. Mas fomos ambos pra fila do cão farejador. A policial mandou a gente passar no corredor, e o cachorro nem se manifestou =) Agora sim... entramos com êxito na Austrália!
Assim que chegamos fomos comprar os chips para os celulares. Adriano tinha conseguido colocar o wi-fi do aeroporto pra dar notícias, mas o tempo já estava acabando. Próximo à saída do aeroporto tinham várias lojinhas. O chip que vi mais barato foi $30 e compramos os dois. Nem atentamos qual era a operadora... compramos no impulso mesmo. Mas depois soubemos que essa operadora [TELSTRA] é uma das melhores da Austrália.

Demoramos um tempinho pra nos cadastrar [faz pelo celular mesmo, mas são muitos dados pra colocar], mas conseguimos!! O próximo passo seria pegar um táxi e ir pra nossa acomodação [reservamos um hotel/apartamento pelo booking por 6 dias, mas isso é assunto de outro post]. Já era entre 8 e 9h da noite... então só vimos a cidade a noite, mas já ficamos encantados. Não sei em que bairro fica o aeroporto, mas a nossa acomodação ficava próxima ao centro e foi $50 o táxi. Quando chegamos, achamos a rua bem esquisita, escura... e confesso que fiquei com medo. Mas o apartamento era bem arrumadinho [ele tem inclusive cozinha e máquina de lavar roupa] e a cama bem confortável! Só que estávamos morrendo de fome [esquecemos de comer no aeroporto]... Eu tava com medo de procurar um lugar aberto a naquela hora da noite, fora que estava muito frio! Começamos a enviar mensagens pro pessoal que a gente conhece que mora aqui e cada um foi dando uma dica até a gente acertar pedir algo pra comer. Pedimos uma pizza na Domino’s, pela internet e o preço foi bem salgadinho... Mas enfim, matamos nossa fome! Engraçado porque o lanche deu $26 [pedimos troco pra $50] e o troco foi duas moedinhas que parecem com os nossos 10 centavos, além dos $20, claro... A gente ainda pensou que o troco estava errado [dois matutos mesmo... kkkkkk... Só no outro dia que vimos que cada moedinha daquela era $2 e que o troco estava certo! Ainda bem! =)

A baguncinha de quando chegamos na acomodação 

O troco da pizza da Domino's ;P

Enfim, sobrevivemos aos vôos cansativos, aos stress que aparceram durante a viagem, conseguimos comprar os chips, chegar na acomodação e matar a fome... Só faltava um banho e um bom descanso! Acordamos no dia seguinte pensando: “que jet lag que nada, já nos acostumamos com o fuso horário”... Ha ha ha... Cenas dos próximos capítulos ;P

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Visto de estudante + acompanhante

A renovação no nosso visto

Update 8 meses de Austrália + 1 ano de blog

De casa nova! [Parte 1- A mudança]

De casa nova! [Parte 2 - alugando com proprietário x alugando com imobiliária]